Quarta-feira, 23 de Abril de 2008

Entrevista com a senhora engenheira Aldina Mendes - Fundicalor

Olá a todos!

Finalmente regressamos com novidades!

 

Como havíamos referido em posts anteriores, na passada segunda-feira, 21/04/08, dirigimos-nos à empresa "Fundicalor", que apostou recentemente na Energia geotérmica e aerotérmica, com vista a sermos esclarecidas acerca de alguns dados e informações que necessitamos para a elaboração do relatório final.

Entrevistámos a Sra Engenheira Aldina Mendes a quem agradecemos a disponibilidade. 

Abaixo encontram-se alguns dos excertos da nossa conversação que considerámos mais importantes...

 

 Porque decidiram apostar na energia geotérmica?

"Havia uma previsão, acerca de 3 anos atrás, que as energias existentes, como o caso do gasóleo para combustíveis para produção de aquecimento central, iriam sofrer um aumento de preço, que neste momento estamos todos a sentir. Assim, comecei a investigar no mercado internacional quais eram as alternativas (...)"

"Na altura, consegui encontrar já fabricantes na área da geotermia (...) nós acabámos por acompanhar, estudar mais coisas sobre essas energias(...)"

"(...) após termos feito um estágio na própria fábrica, começámos a fazer também obras aqui em Portugal, na nossa região (aqui no Fundão). É claro que na altura não divulgámos logo, pois queríamos também ter primeiro o feedback  das primeiras obras. Durante todos este tempo, temos estado a acompanhar  os rendimentos da máquina e o consumo, e neste momento, passado 3 anos, já temos um relatório com todos os elementos necessários para dizer que é uma boa aposta, que independentemente de ser um investimento inicial um pouquinho elevado, é um investimento que num prazo de 7 a 10 anos se consegue amortizar (...)"

 

"(...) não só faz o aquecimento central, como faz também o aquecimento da águas para banhos, e também, o arrefecimento da casa no verão, ou seja, é um 3 em 1, para além de também, se quiserem, a própria máquina pode fazer o aquecimento de piscinas, ou seja, é uma vantagem. É claro que quanto maior partido tirarem da máquina, melhor!"

Têm tido procura por parte da população da região? As pessoas apresentam-se receptivas à proposta de instalação de energia geotérmica?

"Temos tido muita procura."

"(...) sabem que indo para outro tipo de alternativas, como a caldeira a gasóleo, vão ter sempre os consumos muito mais elevados do que se tivessem um sistema geotérmico, e é claro que essas situações levam a que as pessoas façam contas e verifiquem qual é o prazo de amortização do investimento. O consumo mensal é um muito reduzido, cerca de 50 a 75% a menos do que uma caldeira a gasóleo."

 

Acha que seria viável a conjugação da energia geotérmica ou da energia aerotérmica com a Arquitectura bioclimática?

Ah, Sim! Como sabem, essa arquitectura conjuga a orientação solar da casa, com a ventilação, etc., por exemplo, a nível da ventilação, existe, em Portugal não se faz isso, mas a nível de ventilação das casas de banho, que é obrigatório, se se fizer uma captação a 3 metros de profundidade dessa tubagem, em vez de irem buscar essa ventilação às fachadas dos edifícios, esse ar entra pela rua, vai a 3 metros de profundidade debaixo da casa e depois sobe para a casa de banho, isto é o suficiente para que no inverno haja uma temperatura amena. Lá está, isto está tudo conjugado com a arquitectura bioclimática. Nós temos estado a trabalhar já com essas arquitecturas, já temos vários clientes que têm apostado na arquitectura bioclimática,  a experiência que nós temos, é que, no inverno, sendo o nosso país bastante soalheiro, temos ganhos quando a arquitectura bioclimática é bem feita. (...) Propriamente no Inverno, visto a amplitude solar ser mais baixa, entra o sol pela casa, ou seja, durante o dia há pouca necessidade de fornecimento de energia térmica pela parte da máquina. Assim, só no final do dia, quando o sol se põe é que temos que garantir aquele aquecimento que foi feito durante o dia, pelos vidros, não baixe e a máquina aí põe-se em funcionamento. É claro que se tivermos um mês, no Inverno, chuvoso, a Arquitectura Bioclimática funciona ao contrário, ou seja, temos perdas térmicas pelas zonas envidraçadas, mas como está considerado que o nosso país no Inverno tem muito sol, não se pode apontar essa situação como uma desvantagem.
Mais para a frente, as energias alternativas vindo a ser desenvolvidas, como o caso da eólica e a fotovoltaica que ainda estão muito embrionárias, vai haver possibilidade de nós próprios podermos instalar um sistema híbrido na nossa casa e fazer autoprodução ou até vender à rede.

Esta entrevista irá dar-nos um contributo bastante grande para explicitarmos o diagnóstico da nossa cidade, no relatório final.

Mais uma vez podemos verificar que as energias renováveis e a sustentabilidade são o futuro. A Arquitectura Bioclimática pode também  apresentar-se ligada a diversas vertentes (também sustentáveis e renováveis) tornando-se a sua conciliação bastante vantajosa.

Até à próxima actualização!

Grupo Alexandra e Marília - "O Fundão e as novas soluções energéticas"

sentimo-nos: cansadas...
publicado por fundaokreativo às 20:38

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 3 de Abril de 2008

III Mostra de Ciência

 

Querem ver os nossos projectos de perto? Não sabem como?

É facil! Basta visitarem a III Mostra de Ciência da nossa escola nos dias 16 e 17 de Maio e lá nos encontrarão num espaço especialmente dedicado às Cidades Criativas! Não percam!

sentimo-nos:
publicado por fundaokreativo às 17:30

link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 12 de Março de 2008

Folheto informativo

Olá a todos!

Depois de efectuarmos o diagnóstico da nossa cidade e da sua população, perante os resultados, concluímos que seria importante informar e sensibilizar os fundaneses acerca da Arquitectura Bioclimática e das vantagens que a sua aplicação traria para o Fundão.

Desta maneira decidimos elaborar um folheto informativo para a população fundanense como forma de incentivo.

 

 

Até à proxima!

Grupo Alexandra e Marília - "O Fundão e as novas soluções energéticas"

sentimo-nos: doente...
publicado por fundaokreativo às 15:21

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 3 de Março de 2008

Emissão da RCB

Olá mentes criativas!

Como o fim-de-semana já terminou é hora de voltar ao trabalho! (Não é que tenha sido um fim-de-semana de descanso...!)

Como anunciámos na passada quinta-feira, o programa "Dias de Escola" com os fundaoKreativo irá ser emitido esta quarta-feira, dia 05/03/08 pelas 19:00 horas, na RCB.

Devem estar a interrogar-se sobre a melhor maneira de o poderem escutar o nosso programa...É facil! Basta acederem a http://www.rcb-radiocovadabeira.pt/ e escutarem a "Emissão online"!

Esperamos que gostem do programa com o nosso grupo!

Admitimos que estamos ansiosos por escutar o resultado final!

Até quarta-feira!

sentimo-nos: ansiosos
publicado por fundaokreativo às 20:51

link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 28 de Fevereiro de 2008

Sessão com a Arquitecta Ana Cunha

Olá a todos!

 

Como o prometido é devido, hoje é o dia de publicarmos as principais passagens da sessão/entrevista com a Sª Arquitecta Ana Cunha da Câmara Municipal.

E questionam vocês...porquê tanto atraso nesta publicação

A verdade é que toda a entrevista foi gravada, de forma a facilitar-nos o trabalho, e como só há um exemplar da gravação para os 4 grupos do "Spot Kreativo", este foi "rodando" pelos grupos e chegou finalmente ao nosso!

 

  • Qual a sua opinião acerca da Arquitectura Bioclimática? Acha-a benéfica? E acerca da sua utilização no Fundão?

Eu acho que sim (…) a tendência para o desenvolvimento irá assentar na sustentabilidade (…)”

“ O quadro comunitário de apoio só apoia projectos integrados que têm que prever a sustentabilidade do projecto, ou seja, têm que provar que aquele projecto dinamiza a região e que por si só, daqui as uns anos, não precise de mais apoio para continuar vivo… E os novos apoios passam um bocado já por aí. Isto tudo para ir ao encontro de que tudo o que seja sustentável tem todo o interesse!

É uma ideia que faz todo o sentido!”

  •  Considera o projecto “Casa da Cereja” inovador e benéfico para a cidade do Fundão? Ou, na sua opinião, a ideia não é consistente e não tem viabilidade?

“ É inovador e benéfico para a cidade! Sem dúvida! Só que há aqui uma questão… (…)neste momento até já há uns vidros que são eles a fonte de calor (…) só que é caro! (…) além disso tem que haver aqui um meio termo para que não se perca a identidade, mas sou a favor! Então em projectos tecnológicos que têm a ver com a evolução acho que faz todo o sentido se fosse executado!”

“(…) podia ser emblemático e criar ideias para outras iniciativas!”

  •  Qual considera ser o local mais adequado para a construção da “Casa da Cereja”?

“Nós estamos a desenvolver um projecto que é em Alcongosta, na Casa do Guarda (…) vai ter o “Centro Sensorial da Cereja”, que é um restaurante e uma loja (…) “sensorial” porque é onde se vai degustar a cereja e então vai haver tudo o que esteja relacionado com a cereja… os frutos, os doces, as sobremesas…(…) conseguimos ter ali um complexo turístico ligado aos desportos de natureza.”

“A ideia é avançar com o projecto, não com a questão da bioclimática, mas que sabe?! (…) Acho que é muito gira essa ideia!”

  •  Como referiu a Câmara já tem um projecto ligado à exclusiva promoção da cereja, mas em relação à Arquitectura Bioclimática tem algum?

À arquitectura bioclimática não!”

“ (…) é preferível recuperar o que existe, mas temos, eventualmente, o pólo escolar que vai aglutinar uma série de valências das escolas e poderemos propor isso ao presidente…(…)”

  •  Considera este projecto um “exemplo inspirador” para os fundanenses a nível da arquitectura?

Acho, acho! É sempre um momento de reflexão! Mesmo que não seja executado, para já esclarece, abre horizontes e trata de coisas que eu acho que poderão ser o futuro! Neste momento é caro!...só quem sabe que num curto espaço de tempo vem a recuperar o investimento é que pode apostar nessa área…ou então tem que esperar mais um tempo para que tudo isto se torne mais acessível!”

  •  Acha que seria relevante a criação de uma espécie de apoio financeiro, por parte da Câmara, para a população que decida construir habitações através da Arquitectura Bioclimática?

“Apoios financeiros por parte da câmara acho que não, porque a câmara tem muitas coisas a seu cargo… agora o que pode e acho que está já a fazer, e acho que se enquadra aí é, por exemplo, as pessoas que constroem com painéis solares têm uma taxa reduzida, beneficiam no imposto municipal. Nesse âmbito, os impostos sob a construção, sob as iniciativas é que eu acho que podem minorar… agora a câmara dar dinheiro é complicado! Mas pode ajudar a fazer uma candidatura, pode esclarecer, pode integrar isso num projecto mais abrangente!...”

 

Esta sessão foi bastante proveitosa e enriquecedora para o nosso grupo pois permitiu-nos "testar" com uma entidade competente a consistência e a viabilidade do nosso projecto; os limites e os obstáculos na sua implementação na cidade e, sobretudo, permitiu-nos ganhar consciência da necessidade de divulgação e incentivo da Arquitectura Bioclimática no Fundão.

 

Aguardem novas actualizações!

Grupo Alexandra e Marília - "O Fundão e as novas soluções energéticas"

sentimo-nos:
publicado por fundaokreativo às 19:31

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Nós e a Rádio...

Bom dia a todos!!

Finalmente vimos partilhar com vocês a nossa experiência na Rádio Cova da Beira!

 

Como referimos em posts anteriores, a gravação foi feita na passada quinta-feira, dia 21/02/08 e será emitida na próxima quarta-feira, dia 05/03/08, na RCB pelas 19:00 horas... No início da próxima semana adiantamos mais informações sobre a melhor forma de toda a comunidade do CCC poder ouvir o programa "Dias de Escola"!

 

Foi de facto muito enriquecedor e algo que nos possibilitou momentos de alegria, entusiasmo... e alguns NERVOS  ... (risos)

Adorámos esta prova, já que nos mostrou outra realidade... O mundo da Rádio!

 

              . .. Pedro, Sérgio, Catarina e Daniela...

 

...Carolina...

 

...Xana e Marília...

Mas afinal de que falámos nós na RCB?!

Além de ter sido a Carolina (membro do Spot Kreativo) a locutora do programa, este foi inteiramente dedicado à divulgação do CCC e dos nossos projectos. Aproveitámos a oportunidade para fazer um apelo ao maior envolvimento da comunidade para que possamos tornar o Fundão numa Cidade Criativa!

 

microfone(risos)

 

 Aqui ficam alguns dos momentos marcantes da nossa ida à rádio...

Professora:  Catarina Crocker.
 Alunas: Sara, Carolina, Xana, Marília...

 

Aguardem os "Dias de Escola" na RCB com os fundaoKreativo!
sentimo-nos:
publicado por fundaokreativo às 11:02

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 18 de Fevereiro de 2008

nós e a Rádio Cova da Beira

Olá a todos!

Vimos pôr-vos a par do desenrolar dos nossos projectos...

Esta tarde, reunimo-nos na biblioteca da escola, com a nossa  professora Luísa Brojo para programarmos a gravação do programa na Rádio Cova da Beira...

Pois é, esta quinta-feira iremos gravar um programa na Rádio Cova da Beira, onde vamos divulgar o CCC e os nossos projectos!

Desta forma, fizemos o plano da gravação, escolhendo as músicas e delineando prioridades a divulgar.

O programa irá ser emitido posteriormente (iremos informar no blogue).

Além disto, aproveitámos a oportunidade para programar a apresentação pública dos nossos projectos, na "Mostra de Ciências" da nossa escola, que irá decorrer nos dias 16 e 17 de Maio!

Até à próxima actualização!

Os grupos do Spot Kreativo

sentimo-nos:
publicado por fundaokreativo às 16:57

link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 15 de Fevereiro de 2008

Trabalho e mais trabalho...

Olá colegas criativos!

Finalmente a nossa escola tem a Internet de volta! Já não era sem tempo...!

Nas últimas aulas de A.P., temos vindo a desenvolver diversas tarefas...

Na quinta-feira, dia 31/01/08, redigimos uma carta para o Presidente da Junta de Freguesia de Alcongosta, pois sendo Alcongosta a freguesia com maior ligação à Cereja, considerámos que este projecto poderia ser lá concretizado. Nesse sentido contactámos o Presidente da Junta para saber da disponibilidade de um terreno nessa freguesia onde hipoteticamente fosse possível implantar a “Casa da Cereja”.

Aproveitámos a oportunidade para lhe solicitar uma entrevista sobre a importância do tema que estamos a abordar e os projectos da Junta de Freguesia para a divulgação da Cereja.

Como ainda não obtemos qualquer resposta e no caso de esta nunca chegar, a solução será o aproveitamento da "Casa do Guarda" na Serra da Gardunha para elaboração da planta da "Casa da Cereja".

Além deste contacto, na passada quinta-feira, dia 07/02/08 contactámos o Sr. Nabais Rapoula da Confraria da Cereja, que resultou na marcação de uma reunião para o dia 29 de Fevereiro, na Cooperativa da Cova da Beira.

Paralelamente, temos vindo a retirar as passagens mais importantes da reunião com a Arquitecta Ana Cunha da Câmara Municipal, temos elaborado a análise dos gráficos dos Inquéritos, ambos serão publicados recentemente no blogue.

Estamos cada vez mais entusiasmadas e com a consciência de que responsabilidades são cada vez maiores!

Grupo Alexandra e Marília - "O Fundão e as novas soluções energéticas"

 

sentimo-nos: atarefadas
publicado por fundaokreativo às 18:04

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 7 de Fevereiro de 2008

Uma vez na RTP...

Olá a todos!

Como já divulgámos no blog, fomos contactados pela RTP para gravar uma reportagem acerca dos nossos projectos! E perguntam vocês... como é que tudo isto aconteceu?!

Depois de ter sido publicada a reportagem sobre os nossos projectos no Jornal do Fundão, a Sª jornalista Sandra Salvado da RTP, contactou a nossa professora, marcando uma data para a gravação uma reportagem sobre os nosso trabalhos.

Assim, na passada quinta-feira, dia 31/01/2008, vivemos uma nova experiência, que se revelou bastante emocionante!

As gravações foram feitas na escola, enquanto trabalhávamos, e posteriormente nas ruas do Fundão, em locais relacionados com os temas dos nossos projectos.

Gravámos nos mais diversos locais e de múltiplas maneiras, mas, como o tempo em televisão é bastante limitado, apenas um elemento de cada grupo pode gravar acerca dos nossos projectos e de alguns aspectos que os envolvem.

Sentimos-nos bastante orgulhosos mas temos a consciência que as responsabilidades aumentaram!

Aguardem as novidades!

sentimo-nos:
publicado por fundaokreativo às 12:55

link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 4 de Fevereiro de 2008

os fundaoKreativo na RTP1

Olá a todos!

Vejam os grupos do Spot Kreativo na TV!

http://ww1.rtp.pt/multimedia/?tvprog=19455&idpod=11597

 

sentimo-nos: babados
publicado por fundaokreativo às 19:44

link do post | comentar | favorito
|

Cursors - Get this CursormyspaceMySpace LayoutsFriendster Layouts

.a tua opinião conta...

Achas que os nossos projectos podem realmente transformar o Fundao numa Cidade Criativa?
Sim
Nao
Talvez
  
pollcode.com free polls

.Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.queres saber quem somos?

."espreitadelas"...

motos usadas
motos usadas

.spot de reflexão

estusiasmo acima de tudo...

.tags

. todas as tags

.o teu forum...as nossas notícias


.posts recentes

. Entrevista com a senhora ...

. III Mostra de Ciência

. Folheto informativo

. Emissão da RCB

. Sessão com a Arquitecta A...

. Nós e a Rádio...

. nós e a Rádio Cova da Bei...

. Trabalho e mais trabalho....

.arquivos

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.links

.o que procuras?

 

.horas de comentar?!..


Get Your Clock at SeekCodes.com
blogs SAPO

.subscrever feeds